acesso a zona privada

Archive for the Category ◊ Internet ◊

22 Dez 2011 Estou a precisar de adicionar uns links para o CasamentosLisboa.com
 |  Category: Informática, Internet  | Comments off

Demoraria uns bons minutos a explicar porque preciso de fazer este post… Em vez de o fazer convido-vos a uma visita às galerias de imagens porque vale a pena.

Vestidos

Penteados

Acessórios

Bouquets

Decoração

Bolos

Lembranças

Convites

Fatos de Noivo

Acompanhantes

 

28 Out 2011 Diz-me o que vais ler e dir-te-ei para onde vais…

Estive a escolher os livros que vou ler durante os próximos anos. Depois de olhar para as escolhas que fiz detectei padrões interessantes nas minhas escolhas. Indicadores sobre o caminho que pretendo seguir.

Conhecimento Geral:     48.9%     vs         Conhecimento Operacional:   51,1%

Informática:    50,7%     vs          Gestão ou outros:   49,3%

Na Informática:

       Software:    96,6%     vs          Hardware:        3,4%

       Open Source e Conhecimento Aberto:  96,7%       vs        Tecnologias Proprietárias:    3,3%

 

Obviamente não vou comprar todos estes livros… Eu sou subscritor do Safari Books Online. Uma ferramenta de leitura e pesquisa dos mais actualizados livros técnicos na área da gestão e informática por cerca de 40€ por mês.

O Safari Books Online tem mais de 17 000 livros publicados desde o ano 2000. Escolhi de entre estes 3000 livros. Fazer esta selecção é importante porque permite-me fazer pesquisas por texto no interior destes livros e não noutros que não me interessam, o que melhora a qualidade dos resultados da pesquisa.

As minhas escolhas por áreas técnicas.

#Livros %Livros Áreas

404      13,5% Software Engineering, Architecture, Implementation, Tests

287       9,6% e-Business

202       6,7% e-Marketing

190       6,3% Security

180       6,0% Web 2.0, Web 3.0, Redes Sociais, Redes Semânticas

168       5,6% Game Development

136       4,5% Dinheiro online, Gestão Financeira

134       4,5% Mobilidade, Equipamento Móvel, iPhone, iTab, Blackberry, Android

134       4,5% Project Management

123       4,1% Javascript

112       3,7% Web Development, HTML, XHTML, CSS

88       2,9% DataManagement, Datawarehouse, Data Mining, MySQL

84       2,8% PHP

67       2,2% Conteúdo Web, Produção e Distribuição, Imagens, Video

58       1,9% Política, História e Ciência

55       1,8% XML

48       1,6% Requirements & Analysis

46       1,5% Office

41       1,4% PHP Frameworks

38       1,3% e-Commerce

37       1,2% Web Design, WordPress Themes

37       1,2% Ajax

37       1,2% Networks

35       1,2% Object Oriented & Patterns & Aspect

34       1,1% Matemática

34       1,1% Programação

25       0,8% Search Engine Optimization (SEO)

22       0,7% Google Technologies

22       0,7% Flash

20       0,7% Windows

16       0,5% Content Management, WordPress

14       0,5% Cloud Computing

14       0,5% Hardware

14       0,5% Apache

13       0,4% Human Resurces

11       0,4% PDF

5       0,2% Regular Expressions

4       0,1% Risk Management

4       0,1% WordPress Plugins

2       0,1% Knowledge Management

2995 100%

13 Fev 2011 Tudo rápido, tudo eficiente!
 |  Category: Humor, Informática, Internet, Software  | Comments off

Parece imparável o uso da tecnologia da informação!
Em breve a polícia passará a mandar parar os veículos dos cidadãos com dívidas ao fisco e penhorar na hora. A sério… Prioridade à receita fiscal!
http://tv2.rtp.pt/noticias/index.php?t=Penhoras-de-automoveis-mais-simples-e-mais-rapidas.rtp&article=414711&layout=10&visual=3&tm=6

Mas se calhar também estarão para breve as operações stop a informar os cidadãos que já chegou a sua vez na lista de espera para as cirurgias! Operação na hora!

E os empresários passarão a andar de carro à procura de polícias pelas ruas da cidade para ver se estes lhe passam o cheque na hora das dívidas do Governo para com as suas empresas! Será o cheque na hora!

E os senhores magistrados também farão justiça na hora jogando a moeda ao ar e vendo se saí cara ou coroa. Comparando com a situação actual, não se perde muito em justiça e ganha-se muito em eficiência…

E se algum cidadão tiver o azar de morrer na praça pública logo as diligentes autoridades, dotadas da eficiente tecnologia, poderão verificar se existem dívidas pendentes e na hora retirar o relógio, os anéis e se necessário for a própria roupa. Cancelarão de imediato os registos desse cidadão nas filas de espera para cirurgia e os pagamentos pendentes, anunciando nos sites a melhoria conseguida e notificados automaticamente os seguintes da lista que já está mais próximo. E ainda, pela integração com o Facebook, mandarão uma mensagem a todos os amigos desse cidadão dizendo simplesmente: “Não sei se já sabe, mas o seu amigo morreu! O funeral é dentro de 15 minutos. Se puder, leve-lhe umas cuequinhas porque as que ele tinha foram penhoradas.”

Tudo rápido, tudo eficiente!

P.S.
Fiquei chocado com a notícia da senhora que morreu há 9 anos em casa e ninguém conseguiu autorização das autoridades para ver o que se passava… Apenas o fisco funcionou vendendo a casa por causa de uma dívida fiscal de mil e tal euros.
Só faltava que essa dívida fosse por não entregar as declarações de IRS nos prazos previstos…

Porque raio é que só o sistema fiscal é que funciona de forma eficiente? Façamos a informatização de tudo o resto para que este país funcione tão bem como o fisco!

14 Out 2010 Videoblog n.º 1
 |  Category: Internet, Sociedade da Informação  | Comments off

Está com a imagem totalmente dessincronizada em relação à imagem. Amanhã será melhor!

1. Falo sobre a experiência de video-blog e motivo outros a fazê-lo.

2. Falo da notícia de 1/3 das pessoas sofrerem de alergias e de como isso é um absurdo que só tem como objectivo o vender mais medicamentos caros.

3. Falo sobre a notícia da Amazon UK sobre o cobrir o preço de transporte para Portugal e sobre o problema do custo percentual que as gateways de pagamentos sobre todas as compras na Internet.

————————————————————-
Texto na íntegra que me foi pedido por razões de acessibilidade.
————————————————————-

Caros internautas este é o primeiro vídeo do meu vídeoblog, uma experiência que já gostava de fazer há tanto tempo e que hoje finalmente decidi tomar a iniciativa de o fazer.

Este videoblog vai ter sempre a duração de 3 minutos, é muito sucinto, pelo que falarei no máximo de 3 assuntos em cada pequeno vídeo diário.

Hoje gostava de começar por falar desta iniciativa de criar um vídeoblog. Não conheço muitas pessoas que o façam, mas gostaria que fosse algo a repetir por outros porque parece-me que transmitir ideias através de vídeo é muito mais engraçado, muito mais intuitivo e muito menos cansativo do que fazê-lo através da escrita.

Gostaria de falar hoje de uma notícia do Diário de Notícias do Funchal – Madeira em que 80 000 madeirenses sofre de alergias. Basicamente defendem que 1/3 dos madeirenses têm alergias. Eu gostava de falar sobre isto porque é inacreditável esta tendência de espalhar doenças por todo o lado. É inacreditável que se possa pensar que 1/3 dos madeirenses tem doenças alérgicas que valham a pena referenciar e tratar. Se nós fossemos somar a quantidade de doenças dos mais diversos tipos que sistematicamente aparecem nas notícias afectando a população chegaríamos à conclusão que não existe em Portugal ninguém saudável, o que é um absurdo.

E portanto vamos dar a volta ao prego e em vez de estar sempre a falar das doenças numa perspectiva de vender cada vez mais medicamentos e mais caros, podemos fazer ao contrário, vamos dizer: se há 1/3 dos madeirenses, ou dos portugueses que sofre de alergias então os medicamentos para as alergias têm tanto mercado que têm de ter um preço muito baixo. Vamos dar a volta ao prego e forçar a que o preço dos medicamentos para as alergias sejam baixos em vez de tentar vender mais medicamentos.

Outro ponto que gostaria de abordar neste primeiro videoblog é também uma pequena notícia que também está no Diário de Notícias da Madeira de hoje que a loja Amazon do reino unido passou a ter portes gratuítos para Portugal. O que é uma notícia fantástica porque a era global e o comércio electrónico que estamos a poder usufruir nos dias de hoje tem um grande handicap que é o custo que está associado quer aos transportes, quer às taxas de utilização de pagamentos por cartão de crédito que são verdadeiramente abusivas.

A Amazon toma a iniciativa de cobrir os custos de transportes, o que é uma excelente medida, mas gostava de chamar à atenção para a outra que acabei de referir, que é termos a impossibilidade de fazer pagamentos, mesmo de baixo valor, sem estar a pagar em percentagem para as operadoras dos cartões, os intermediários dos cartões, o que é manifestamente um roubo.

Até amanhã.

14 Out 2010 Inovação acelerada pela multidão na web
 |  Category: Internet, Sociedade da Informação  | Comments off

Acabo de ver uma conferência no TED sobre como os vídeos na web podem proporcionar a inovação acelerada em praticamente todas as áreas.

Na web as pessoas desempenham diversos papeis no processo de inovação:
- inovadores
- comentadores
- cépticos
- detectores de tendências
- apoiantes (cheerleaders)
- elementos que buscam caminhos alternativos empenhadamente (mavericks)
- superdivulgadores

Aplicando o conceito à política decidi avançar hoje com a ideia, que já me perseguia há algum tempo, de criar um videoblog.

04 Abr 2010 Comentários no Diário de Notícias

O Diário de Notícias – Madeira brinda-me hoje com um comentário no suplemento dominical desta Páscoa.
Reajo com boa disposição a estes comentários, adicionando alguns detalhes que parecem ter escapado ao principal diário regional:

- O DN-M demorou 45 dias para reconhecer que me saí bem no desafio que me lançaram em 18 de Fevereiro sobre o site do PS-Madeira (apenas 13 dias após ter iniciado as funções de Secretário-Geral – 05/FEv). É um reconhecimento um pouco tardio para a velocidade dos tempos que correm, mas mais vale tarde do que nunca!

- Sobre a existência de mapas nas notas de imprensa, parece-me útil a sua presença quer nos casos das muitas iniciativas junto das pessoas e dos problemas por essa ilha fora, quer quando as conferências se realizam na sede do PS-Madeira. Especialmente para o DN-Madeira parece-me útil a referência explícita escrita e visual ao local das declarações, uma vez que este matutino faz regularmente notícias contra o PS com base em fontes anónimas que não estão na sede. Já repararam, caros leitores, que as notícias criticas para o PS nunca têm a fonte identificada? Porque será? Quem terá interesse em desviar a atenção do cumprimento dos objectivos do PS? Será o PSD? Será o PND? Será o MPT? Ou talvez os seus apaniguados?

- O DN-Madeira esqueceu-se de referir que o novo site do PS-Madeira inclui conteúdos diários! As declarações na integra, sem cortes ou interpretações politizadas dos dirigentes políticos deste partido. Disponibiliza ainda o som para poder ser utilizado pelas rádios (locais e regionais). Com esta iniciativa, o PS-Madeira disponibiliza conteúdos a todos e reduz os custos operacionais às rádios e à imprensa local, o que me parece algo meritório que merece a vossa referência.

- Não seria excessivo ao DN-Madeira reconhecer num destes dias, que o site do PS-Madeira de hoje é indiscutivelmente o site partidário com mais conteúdos. Não é perfeito! Tem ainda muitas falhas! Falta ainda muita informação! Certo! Mas já é o que mais informação disponibiliza e muito será ainda melhorado. Passaram apenas 60 dias desde que iniciei as presentes funções… esperem pelos 100 dias… Não querem agendar desde já uma entrevista?

- Sobre os berros na sede do PS-Madeira, convém salientar que desde o início deste mandato só houve um único caso de uma intervenção exaltada numa Comissão Política, mas essa intervenção foi realizada por um dirigente de segunda linha que não desempenha actualmente qualquer função executiva quer a nível regional, quer a nível concelhio, quer a nível local. Quem foi? Perguntem à vossa fonte anónima habitual!

18 Fev 2010 Desafio pessoal
 |  Category: Informática, Internet, Política, Política Madeira  | Comments off

O Diário de Notícias lança-me hoje um desafio de índole pessoal.

PS de Serrão tem site ‘em manutenção’

Praticamente um mês após o Congresso que consagrou Jacinto Serrão na presidência do PS-M, o site oficial do partido continua ‘em manutenção’. Estava na altura do Congresso e assim permanece.

Nota para o facto de o novo secretário-geral do partido, Duarte Gouveia, ser engenheiro informático.

De facto o Congresso Regional realizou-se a 23 e 24 de Janeiro (há 25 dias) e fui eleito Secretário-geral na Reunião da Comissão Regional de 5 de Fevereiro (há 13 dias).

Mesmo não competindo ao Secretário-geral a realização das tarefas operacionais relacionadas com a informática, independentemente da sua formação de base e ocupação profissional, o site não está em operação e isso é um facto.

Com tantas tarefas difíceis e demoradas que tenho por realizar nas minhas funções de Secretário-geral, uma tarefa simples e rápida como colocar o site de novo em funcionamento foi sendo relegada.
Fizeram muito bem em lembrar e aceito o desafio de remodelar o site em tempo record!

São neste momento 10h17m e vou iniciar a tarefa de remodelar o site do PS-Madeira.

20 Out 2009 Google Wave
 |  Category: Informática, Internet, Tecnologia web  | Comments off

Estou desejando experimentar o novo Google Wave. Neste momento só é possível experimentar sendo convidado por alguém que já esteja a autorizado.

Algum dos meus leitores já foi convidado para o Google Wave? Podia fazer o favor de me convidar? duarte.gouveia@gmail.com

09 Jul 2009 Cloud Based Databases
 |  Category: Informática, Internet, Sociedade da Informação, Tecnologia web  | Comments off

A Google apresentou no mês passado uma nova tecnologia de base de dados. Chama-se Fusion Tables e prometem ser revolucionária por ter sido desenhada para lidar com quantidades de informação muito superiores do que as da tecnologia actual e por introduzir duas novas dimensões nas bases de dados: o tempo e o tipo. Assim, para além das linhas e colunas temos tempo e tipo de dados (origem da informação: twitter; blog; página web; etc.) integrado na própria lógica da Base de Dados.

Se em relação ao tipo ainda não percebi totalmente a sua utilidade, já em relação ao tempo acho que é fantástico. A lógica temporal é dos maiores desafios que se colocam às análises sobre base de dados e simultaneamente um dos elementos que tornam mais complexa uma base de dados com as duas dimensões das actuais bases de dados. Ter essa infraestrutura de dimensão temporal na própria base de dados permitirá ter perguntas à base de dados muito mais rápidas e poderosas com muito menos esforço.

As actuais bases de dados de grandes dimensões não são facilmente transportadas devido ao seu tamanho e quando tal acontece, temos normalmente cópias das bases de dados que colocam problemas de sincronização e manutenção.

A nova tecnologia da Google funciona sobre a web e permite, para já, Data Sets (resultados de pesquisas) de 100 Mb. É possível fazer upload de dados, ver e partilhar a informação com outras pessoas de imediato utilizando as ferramentas do Google, como o Google Maps.

Parece promissor! Querem experimentar?

06 Jul 2009 Reciclagem dos Projectos Universitários
 |  Category: Informática, Internet, Sociedade da Informação, Software  | Comments off

Existe hoje software que permite detectar excertos de documentos que estão repetidos noutros documentos. Existe até software que detecta se um determinado documento foi criado a partir de frases copiadas da Internet. Esta tecnologia é muito útil para detectar a fraude do copiar e colar entre os estudantes, mas convém que seja aplicada com bom senso e não pode ser aplicada de forma cega.

Desde logo porque existe uma hipótese real de duas pessoas escreverem frases iguais. Isso é especialmente verdade se a frase for relativamente comum ou pouco elaborada.

Por outro lado, o facto de a frase ser igual não implica necessariamente que exista fraude (ou violação dos direitos de autor) porque a mesma pode ter sido utilizada num contexto em que seja óbvia a fonte, quer de forma explicita, quer de forma implícita.

Já há alguns anos uns professores da minha universidade utilizavam um software para detectar código duplicado entre projectos de colegas. Esse software fazia algo mais sofisticado porque não se limitava a procurar cegamente por frases iguais, mas procurava por estruturas de algoritmos iguais, mesmo que fossem utilizadas variáveis com nomes diferentes e um estilo de paragrafação diferente. É possível escrever programas de muitas formas diferentes para um mesmo objectivo, tal como na linguagem comum. Este software partia do pressuposto de que se utilizamos a mesma estrutura gramatical em todas as frases, mesmo alterando uma ou outra palavra aqui e ali, então é provável que o texto tenha sido copiado.
A verdade é que encontraram projectos que diziam ter sido copiados e chumbaram vários alunos…

Uma variante diferente do mesmo problema é o caso de um aluno em que o professor estava a ameaçar chumbá-lo porque ele tinha divulgado o seu trabalho na Internet, após a data limite de entrega do mesmo.
O aluno não tinha copiado, mas tornou publico o seu trabalho… o que permitia que outros o fizessem no ano seguinte, caso o projecto fosse repetido.
O aluno levou a questão aos órgãos superiores que decidiram que não havia qualquer violação ética em divulgar o seu trabalho no contexto em que o fez… Se o professor queria reciclar o projecto para o ano seguinte isso era um problema dele!

06 Jul 2009 Impostos sobre Internet

Depois do Estado do Louisiana ter criado o primeiro imposto sobre a internet alegadamente para combater o cibercrime, eis que surge do evoluído governo holandes a proposta de criar um imposto sobre a internet, desta vez para apoiar os jornais tradicionais a se modernizarem… Ora isso provavelmente significa criar um imposto sobre a internet para que os jornais passem a funcionar na infraestrutura da internet e concorrer com os que fizeram a transição a expensas próprias!?!? Ora que lata!

O que vão inventar a seguir? Taxar a internet para compensar os engraxadores que trabalhavam ao pé da banca dos jornais? Tenham juízo!

13 Jun 2009 O novo motor de pesquisa da Microsoft
 |  Category: Informática, Internet, Tecnologia web  | Comments off

A Microsoft lançou um novo motor de pesquisa para tentar combater a hegemonia do google. Chama-se Bing e é uma reencarnação do Live Search.

Ainda está em versão beta, mas à segunda pesquisa desisti. Na primeira pesquisa utilizei um termo fácil e encontrei o que queria. Na segunda pesquisa utilizei algo ligeiramente mais difícil e os resultados foram totalmente desanimadores…

De qualquer forma aqui fica a referência para quem quiser experimentar.

09 Jun 2009 O crescimento exponencial das tecnologias da informação

Conferência TED sobre o crescimento exponencial das tecnologias da informação e as suas implicações.

06 Jun 2009 Google Wave – a morte do email está anunciada !

A Google lançou uma nova ferramenta/protocolo: o google wave criado pelas mesmas pessoas que criaram o google maps.
Ainda está em desenvolvimento, apesar de ter começado o desenvolvimento há 2 anos. Será open-source. Tem API de integração com outras ferramentas.
Para já existe apenas um video demonstrativo.
É uma ferramenta colaborativa e de comunicação absolutamente revolucionaria.
A pergunta na origem desta revolução é: se o email fosse criado hoje como seria criado?
O email existe antes da www. É uma tecnologia muito antiga…
Hoje existem chat, skype, fóruns, comunidades colaborativas, sites interactivos e muito mais coisas.

O wave integra email, forum, chat (se ambas estiverem pessoas on-line), wikis.
Também permite integrar pessoas numa conversa wave que já começou…
Permite mensagens privadas (como nos fóruns).
Permite fazer drag&drop de imagens em que o thumbnail é enviado antes da imagem em tamanho grande…
Permite partilhar álbuns fotográficos de forma muito mais fácil do que as ferramentas actuais de partilha de imagens.
Permite incorporar uma wave num blog e em redes sociais que continuam a ser acessíveis em todas as outras interfaces possiveis… é sempre a mesma wave partilhada pelos diversos canais – por isso o google wave também é um protocolo de comunicação…
Funciona em telemóveis/PDA… com o mesmo código, mas com um layout adaptado, mas tendo acesso a tudo o que está a acontecer nas waves que estou a acompanhar. Supostamente o overhead de arquitectura para que o mesmo código pudesse funcionar no computador pessoal e no PDA foi apenas 5%… Fantástico… Bem feito deste o início…
Os conteúdos são editáveis, pelo que o Wave pode ser utilizado também como editor de conteúdos de forma colaborativa. As alterações são apresentadas salientando as mudanças entretanto realizadas no documento partilhado.
O google wave é suficientemente inteligente para mostrar a evolução das alterações na perspectiva de cada utilizador. Assim, um utilizador novo associado à wave vê apenas o estado actual e não tudo o que já foi melhorado (a não ser que queira ver os detalhes)… Os utilizadores que já viram esse conteúdo vêem as alterações operadas entretanto.
É possivel ver o documento com os comentários dos outros ou apenas o texto resultante.
Tudo é editável, mas existe um registo de alterações com identificação de quem fez o quê.
Na verdade é multi-editável no mesmo conteúdo, com vários cursores de cores diferentes a escrever no mesmo documento. Esta funcionalidade é absolutamente fantástica!
Funciona com múltiplos tipos de caracteres simultaneamente (Latin; Mandarim; etc.)
É possivel fazer um playback à wave e ver as alterações ao longo do tempo utilizando uma timeline. É possivel ver a time-line vendo as alterações de apenas alguns dos utilizadores.
É possível exportar um conteúdo acabado para uma nova wave e adicionar outras pessoas a essa nova wave (chamemos-lhe wave produto).
É possível exportar por várias vezes para a mesma wave produto, o que, para quem vê essa wave é como se tivessem existido apenas duas alterações na wave. Na realidade existem muitas subversões na wave original que apenas são publicadas para a wave produto quando estão em versões “apresentáveis”.
O funcionamento é muito similar aos programas que fazem controlo de versões para programação.
Se funcionar como promete será uma ferramenta de produção de documentos muito poderosa.

O wave integra formulários de raiz, o que permite que sejam criados formulários e analisados os resultados de forma inacreditavelmente rápida.

O spellcheck parece ser inacreditavelmente poderoso e como tem por base o muito texto disponivel na we e funciona com base em contextos, penso que também funcionará para outras línguas para além do Inglês.

Também detecta automaticamente links no texto e transforma-o num link convencional.

Como organizar as waves?
O sistema tem pesquisa, pesquisas guardadas e tags.
É possível criar links para outras waves (o back funciona…).
Cria-se o link com drag&drop, tal como o upload das imagens.
As pesquisas são dinâmicas e os resultados actualizam-se automaticamente a uma velocidade inacreditável.

Por tudo isso, parece-me inevitável que dentro em breve, cada um de nós estará a criar a sua própria onda na internet…

O video dura 1 hora e 20 minutos, mas vale a pena ver como vai ser o futuro…

Links:
wave.google.com (produto)
code.google.com/apis/wave (plataforma)
www.waveprotocol.org (protocolo)

06 Jun 2009 Fibra Óptica está mais bamba
 |  Category: Informática, Internet, Sociedade da Informação  | Comments off

Há 15 dias apresentei o meu entusiasmo com a nova tecnologia da PT – a Fibra Óptica. Estava e continuo a estar entusiasmado com o salto tecnológico que esta nova tecnologia permitirá fazer chegar às casas dos Portugueses.

Entretanto o meu entusiasmo começa a esbarrar com a realidade triste e ultraperiférica da Madeira… Fiquei a saber de fonte segura que a cobertura que a PT pretende instalar neste momento na Madeira está muito limitada na área geográfica…

Não por falta de fibra já que a PT comprou milhões de quilómetros de fibra óptica. O investimento total é de 715 milhões de euros…
Não por falta de vontade, porque a PT quer estender a rede de fibra o mais rapidamente possível e chegar a 1 milhão de casas já em 2009.

O problema é a concorrência e as regras impostas pela autoridade da concorrência.

Depois de a SonaeCom ter tentado comprar a Portugal Telecom via OPA, esta empresa teve de dividir-se porque a autoridade da concorrência chegou à conclusão que a concorrência era pouca. Foi separada a rede de cobre (ADSL) da de Cabo, resultando respectivamente a PT e a ZON.

Agora surgiu uma nova tecnologia, a fibra óptica, e este é um terreno por desbravar.
O que diz a autoridade da concorrência é que nas zonas geográficas onde ainda não existe suficiente concorrência, quem primeiro instalar os cabos de fibra óptica tem de facultar o seu uso a muito baixo custo aos concorrentes.
Ora, a PT não vê com bons olhos essa situação e antes prefere prejudicar áreas de clientes fieis a ter de ceder os precisos canais de comunicação de alta velocidade que seguramente lhe farão concorrência a muito curto prazo…

Tanto quanto sei serão muito poucas as áreas na Madeira com fibra… só na zona da Ajuda e partes do centro do Funchal.
Assim, por mais paradoxal que possa parecer, a forma de conseguir fazer com que a PT passe a disponibilizar a fibra na Madeira é se conseguirmos convencer muitos clientes a deixarem de ser clientes da PT!
Se mudarem para a concorrência, a PT passa a estar dentro dos critérios de concorrência exigidos pela autoridade e assim já pode instalar a fibra para uso exclusivo… Ora bolas!

A ZON já anunciou a WideBand 100Mb sem que tenha existido qualquer evolução tecnológica anunciada (pelo menos não vi). Fui ver o site da ZON e não consegui perceber se estão a propor fornecer esse serviço através da infraestrutura da PT ou própria…

15 Mai 2009 Liberdade de acesso à Internet

Na terça-feira, em França, Sarkozy conseguiu fazer aprovar uma lei que permite às empresas de telecomunicações a restrição no acesso à Internet aos cidadãos que façam downloads ilegais (pirataria).

Este projecto foi aprovado mesmo depois de a 7 de Maio o Parlamento Europeu ter rejeitado essa abordagem. Já existe uma lei similar no Reino Unido…

O problema que aqui se coloca é se pode uma empresa, sem intervenção dos tribunais, decidir aplicar restrições no acesso à Internet a um seu cliente?
Na minha opinião não pode! Parece-me mesmo que é perigoso que tal possibilidade possa ocorrer!

Um fornecedor de serviço (internet, telefone, televisão, correios) limitar o acesso de um cliente é o mesmo que um determinado cliente não pode telefonar para quem entender, ou não pode dizer o que entender nessa chamada telefónica. É o mesmo que dizer que determinada pessoa não pode ver determinados canais de televisão. É o mesmo que dizer que determinada pessoa não pode enviar cartas para quem entender.

Quem determina o que é pirataria e o que não é? A situação não é assim tão óbvia quanto isso… É a empresa que fornece o serviço internet que define? Este site ou este conteúdo é pirataria? Aquele é perfeitamente legal… (????)

Essas limitações da liberdade só devem poder ser aplicadas por decisão dos tribunais quando direitos de outros tenham sido colocados em questão. Uma empresa, ainda por cima privada, não pode ter o poder discricionário de limitar a liberdade individual.

Outro problema distinto é a ineficácia dos tribunais… Mas não se limite a liberdade com a justificação da ineficiência dos tribunais…

15 Mai 2009 WiFi nos McDonals
 |  Category: Humor, Informática, Internet, Sociedade da Informação  | Comments off

Em alguns McDonalds da Austrália detectou-se que a existência de acesso Wi-Fi faz com que em média as pessoas ocupem os lugares durante 35 minutos, ao contrário da média de 10 minutos quando não existia o Wi-Fi.

Como isso de aquecer muito o banco não é muito bom para o negócio nas horas de ponto, a McDonalds está a ponderar criar regras para limitar esse “problema”, nomeadamente a demarcação dos espaços em que se pode aceder à internet sem fios…

Derrubar as barreiras também tem problemas…
E que tal voltar a ter fios? Assim, só quem tivesse fio é que consultava a net… :-)

04 Abr 2009 Imaginem o potencial desta tecnologia

16 Dez 2008 Falha de segurança grave no Internet Explorer

Falha de segurança grave no Internet Explorer!

Eu não costumo ser alarmista, mas este problema é muito grave!

O problema foi detectado no dia 10 de Dezembro, mas agora está a assumir proporções muito preocupantes.

O problema existe na versão 7, mas também em outras versões do browser e permite aos hackers o acesso ao computador e respectivas passwords.
De acordo com o que estive a ler, o problema é na função de bindind (associação de nomes) que contém um ponteiro inválido e isso constitui uma vulnerabilidade.

Acabei de ler no Público, mas é a própria Microsoft a anunciar a falha para evitar males maiores.
Existem outras referências recentes (por exemplo da BBC), pelo que isto é a sério!

De acordo com a Microsoft, até agora só foram afectados 0,02% dos sites, ou seja, já foram afectados 3,4 milhões de sites!!! Em relação a este aspecto os números são contratitórios e as fontes que encontrei falam apenas em ALGUNS MILHARES de sites… Mas o problema está a alastras através de cavalos de troia.

A Microsoft ainda não tem uma solução para o problema, pelo que a melhor solução é não utilizar o Internet Explorer para navegar na internet.

Talvez esteja na hora de mudar para o Google Chrome!

Para os mais confiantes no Internet Explorer a Microsoft recomenda as seguintes medidas:
- Alterar o nível de segurança do browser para Alto (Tools – Internet Options)
- Mudar de conta de utilizador no windows para uma conta com baixos previlégios
- No IE7 ou IE8 ligar o “Protected Mode”
- Garantir que o PC está actualizado
- Actualizar o software anti-virus e anti-spyware

As minhas recomendações são:
- Não utilizar o IE (para já)
- Avisar os conhecidos
- Actualizar o computador (http://update.microsoft.com)
Para actualizar o Windows é necessário utilizar o IE, mas se acederem directamente ao site da Microsoft não deve haver problema. Actualizem também o Office pelo sim, pelo não em http://office.microsoft.com/pt-br/downloads/default.aspx.
- Actualizar o anti-virus e o anti-spyware
Depende do programa que utilizam, mas todos têm uma opção de actualização.

25 Out 2008 Primeiras páginas dos jornais
 |  Category: Internet, Notícias Internacional, Sociedade da Informação  | Comments off

Para quem gosta de se manter actualizado, eis um site interessante: o Newseum (“Museu das Notícias”) em Washington, disponibliza na sua página Internet, 602 primeiras páginas de jornais de todo o mundo (55 países).

Nesses países também se encontra representado Portugal, através de vários jornais:

  • Diário de Aveiro
  • Diário de Coimbra
  • Diário de Notícias
  • Público
  • Diario de Noticias da Madeira
  • Jornal de Notícias
  • Diário Regional de Viseu

Página do Newseum

Recomendo a visita a esta página, vale a pena: http://www.newseum.org/todaysfrontpages/default.asp