acesso a zona privada

Archive for the Category ◊ Notícias Madeira ◊

22 Out 2010 Conferência de imprensa de hoje
 |  Category: Ambiente, Economia, Notícias Madeira, Política Madeira  | Comments off

04 Abr 2010 Comentários no Diário de Notícias

O Diário de Notícias – Madeira brinda-me hoje com um comentário no suplemento dominical desta Páscoa.
Reajo com boa disposição a estes comentários, adicionando alguns detalhes que parecem ter escapado ao principal diário regional:

- O DN-M demorou 45 dias para reconhecer que me saí bem no desafio que me lançaram em 18 de Fevereiro sobre o site do PS-Madeira (apenas 13 dias após ter iniciado as funções de Secretário-Geral – 05/FEv). É um reconhecimento um pouco tardio para a velocidade dos tempos que correm, mas mais vale tarde do que nunca!

- Sobre a existência de mapas nas notas de imprensa, parece-me útil a sua presença quer nos casos das muitas iniciativas junto das pessoas e dos problemas por essa ilha fora, quer quando as conferências se realizam na sede do PS-Madeira. Especialmente para o DN-Madeira parece-me útil a referência explícita escrita e visual ao local das declarações, uma vez que este matutino faz regularmente notícias contra o PS com base em fontes anónimas que não estão na sede. Já repararam, caros leitores, que as notícias criticas para o PS nunca têm a fonte identificada? Porque será? Quem terá interesse em desviar a atenção do cumprimento dos objectivos do PS? Será o PSD? Será o PND? Será o MPT? Ou talvez os seus apaniguados?

- O DN-Madeira esqueceu-se de referir que o novo site do PS-Madeira inclui conteúdos diários! As declarações na integra, sem cortes ou interpretações politizadas dos dirigentes políticos deste partido. Disponibiliza ainda o som para poder ser utilizado pelas rádios (locais e regionais). Com esta iniciativa, o PS-Madeira disponibiliza conteúdos a todos e reduz os custos operacionais às rádios e à imprensa local, o que me parece algo meritório que merece a vossa referência.

- Não seria excessivo ao DN-Madeira reconhecer num destes dias, que o site do PS-Madeira de hoje é indiscutivelmente o site partidário com mais conteúdos. Não é perfeito! Tem ainda muitas falhas! Falta ainda muita informação! Certo! Mas já é o que mais informação disponibiliza e muito será ainda melhorado. Passaram apenas 60 dias desde que iniciei as presentes funções… esperem pelos 100 dias… Não querem agendar desde já uma entrevista?

- Sobre os berros na sede do PS-Madeira, convém salientar que desde o início deste mandato só houve um único caso de uma intervenção exaltada numa Comissão Política, mas essa intervenção foi realizada por um dirigente de segunda linha que não desempenha actualmente qualquer função executiva quer a nível regional, quer a nível concelhio, quer a nível local. Quem foi? Perguntem à vossa fonte anónima habitual!

24 Fev 2010 Ainda a calamidade no Funchal…
 |  Category: Notícias Madeira  | Comments off

Várias pessoas nos têm contactado para saber se está tudo bem connosco. Felizmente sim, mas realmente o que se passou aqui no Sábado foi uma calamidade!

Aos poucos as coisas vão regressando à normalidade possível, com muito esforço de muita gente, polícias, bombeiros, operadores de maquinaria pesada, escuteiros, enfim, de todos!

Funchal a recuperar

Recuperacao na zona do Anadia - Funchal

Deixo-vos ainda algumas imagens da tragédia…

A violência da enxurrada captada por câmaras de segurança num restaurante
http://www.facebook.com/video/video.php?v=324991830263

E imagens impressionantes da enxurrada em si na BBC
http://tinyurl.com/y9v5atw

E como o Funchal acordou no Domingo passado…

O início da Rua de Santa Maria

A farmácia mais próxima de casa

A Rua do Anadia e início da Rua do Carmo

A zona dos centros comerciais Anadia e Oudinot

A praça Colombo (“praça amarela”)

20 Fev 2010 Imagens da calamidade na Madeira

Tenho uma colecção completa de filmes da intempérie que recolhi em toda a baixa do Funchal ao longo do dia de hoje.

http://www.psmadeira.com/?p=80

07 Fev 2010 Sociedades de Desenvolvimento
 |  Category: Economia, Notícias Madeira, Politica Geral, Política Madeira  | Comments off

A cada dia que passa vamos ficando a saber de novos dados que mostram-nos um cenário ainda mais pessimista do que julgavam possível os mais pessimistas.

A notícia de hoje do DN-Madeira confirma o que o PS vem dizendo há anos! As sociedades de desenvolvimento fizeram investimentos ruinosos que vão custar uma fortuna aos Madeirenses.

Os investimentos são tão ruinosos que as receitas que geram não chegam sequer para metade dos custos operacionais.

Que as receitas não chegavam para os custos operacionais já suspeitava há muito, mas que não chegasse a metade dos custos operacionais é inacreditável!

Quando o resultado operacional é negativo em 34,4 milhões (sem custos financeiros), rapidamente se percebe que a possibilidade de endividamento em mais 50 milhões da Lei de Finanças Regionais que foi aprovada na passada sexta-feira não resolve absolutamente nada!

Este é um cenário tenebroso!
Mesmo que por algum toque de magia os financiadores ou o Estado Central perdoasse estas dívidas e fizesse desaparecer a componente financeira dos custos das sociedades de desenvolvimento, continuariam a ser projectos de investimento ruinosos!

A cada dia que passa o prejuízo aumenta! E o que faz o governo?
Nada, anda calado e quieto.. Chego mesmo a duvidar se ainda estarão na Madeira ou já fugiram…

Lembro-me de um debate na Assembleia sobre o PDES – Plano de Desenvolvimento Económico e Social, em que o Vice-Presidente Cunha e Silva reafirmou que as investimentos das sociedades de desenvolvimento iam custar pouco porque as sociedades iam gerar receitas para pagar os investimentos.

Estes dados vêem mostrar o dramatismo da situação. Não apenas financeira, mas pior ainda – económica!
A irresponsabilidade financeira já era evidente para quem olhava para o que estava a ser feito com o mínimo de bom senso.
A irresponsabilidade económica só agora começa a surgir a público…
Foram investimentos ruinosos e os respectivos custos vão cair em cima da Região.

Porque é que tudo isto foi escondido durante tanto tempo!

Que solução apresenta o Governo Regional? Fazer uma dívida para pagar as prestações que têm de ser pagas, ou seja, multiplicar o custo do juro… Mas será que ainda existem entidades financeiras dispostas a isso?

Como é que isto se resolve?

O primeiro passo é não deixar o problema aumentar!
É necessário demitir estes responsáveis políticos do Governo Regional que andam há 30 anos a governar irresponsavelmente!

O segundo passo será muito doloroso! Demorarão anos até deixar de doer… Será necessário reduzir as despesas até ao essencial – o “estritamente essencial”… e mesmo assim serão anos para voltar a ter o problema financeiro em situação controlável…
E como fica a economia regional entretanto com tantas dívidas a fornecedores locais? Que calamidade!

Uma coisa é certa, os disparates governativos do estroina Alberto vão ficar marcados bem profundamente na memória dos madeirenses… Pelas piores razões imagináveis.

31 Jan 2010 Sim, tem piada
 |  Category: Desporto, Humor, Notícias Madeira, Parapente  | Comments off

Achei piada à referência à minha pessoa no “Este Planeta” da Revista do Diário de Notícias – Madeira de hoje.

Cara arara, companheira de voo, faltam apenas 60 semanas para que possas fazer pleno uso das tuas asas e deixares de estar constrangida às grades que te limitam os movimentos! Não desesperes porque voar vale mesmo a pena!

Apenas uma pequena correcção… eu sou piloto de parapente e não de asa delta. São ambas modalidades do voo livre, mas não são exactamente a mesma coisa…

Quanto a cair… Só voo após formação habilitante, com as condições meteorológicas adequadas e levo sempre pára-quedas de emergência.

Todos os nomes referidos continuam aí para avançar no seu percurso. O problema não é tropeçar ou cair, mas levantar-se sempre e retomar o voo rumo aos objectivos.

Bons voos, cara arara!

29 Jan 2010 dia 5

Finanças Regionais

Há quanto tempo vem o PS a chamar à atenção para o valor absurdo da dívida directa e indirecta da Região Autónoma da Madeira? Anos!

Finalmente existem mais entidades (BPI) a chamar a atenção para o mesmo descalabro. (http://www.dnoticias.pt/Default.aspx?file_id=dn04010706290110)

O problema é ainda mais grave do que os 4 600 milhões que vêm hoje anunciados no Diário de Notícias, porque existem dívidas que não estão ali listadas. O valor correcto andará a rondar os 5 000 milhões de euros. O Governo Regional contesta os número, mas pela primeira vez admite uma dívida da ordem dos 3 600 milhões de euros.

A sobrevivência da Autonomia da Madeira exige mudanças sérias e rápidas. A Região tem de imediatamente cortar todas as despesas supérfluas, rentabilizar os investimentos realizados e apresentar um plano de recuperação de médio prazo. Ninguém pense que a dívida se resolve rapidamente e com anestesia local…
Não são os 80 milhões a mais na Lei de Finanças Regionais que fazem a diferença. O problema é bem mais grave!

Os próximos anos são dramáticos por causa da obrigatoriedade de pagar tranches do endividamento. O Governo Regional continua à espera de um milagre financeiro… Mas quem vai sofrer com estes erros clamorosos são os madeirenses!

11 Ago 2009 No Diário de Notícias

Diário de Notícias – Madeira

Fazer negócio na internet

A Inforquali é o exemplo de que a partir de uma ilha é possível entrar num mercado à escala planetária e vender produtos concebidos na Madeira

Ana e Duarte são empreendedores veteranos. Daqueles que transformaram um sonho, um projecto, no negócio das suas vidas. Sem… subsídios ou outro tipo de incentivos.

“Nós saímos da universidade e decidimos criar uma empresa. A nossa lógica foi baixo investimento, baixo custo e investimentos os capitais próprios”. Olhando para trás, Duarte admite que não voltaria a fazer este percurso. “Não foi o caminho mais fácil, devíamos ter trabalhar de uma forma estável e conseguir mais experiência”.

A Inforquali surgiu em Novembro de 1997. “Já tem 12 anos”, regista Duarte Gouveia com surpresa, pelo tempo que já passou. E surgiu “para fazer desenvolvimento à medida, ou seja conceber soluções de software para empresas que têm necessidades concretas e não conseguem encontrar produtos no mercado”.

Depois de ter passado as férias de Verão a contactar com as empresas “para saber o que existia”, o então recém licenciado em engenharia informática teve “a percepção do que ainda não estava disponível no nosso mercado. Nós começamos com uma estratégia de nicho, na área para software de escritórios de advocacia, pois sentimos essa necessidade e apresentamos uma solução. Esse foi o nosso primeiro produto.e teve um razoável sucesso e ainda o vendemos”.

Não podendo ficar restritos a um único produto, a Inforquali passou a desenvolver “vários software’s de gestão para empresas. A determinada altura decidimos mudar completamente para uma gestão WEB. Hoje tudo o que desenvolvemos é para funcionar na internet e baseamos toda a nossa estratégia num produto interno que temos desenvolvido, que é uma ferramenta de geração de código.

Nós descobrimos, pela nossa experiência que todos nós passamos a maior parte do nosso tempo a fazer coisas repetidas. Aquilo que fizemos foi detectar as repetições e fazer ferramentas que nos permitisse gerar, automaticamente e muito facilmente tudo o que é repetido. O que nós fizemos foi criar uma ferramenta, que parametrizamos, geramos código, de modo a fazermos de uma maneira em que é possível adaptar às especificidades de cada cliente”.

A Inforquali é o modelo do que devem ser empresas em mercados pequenos e insulares. Porque competem num mercado global, para um cliente internacional. “Hoje fazemos 60% do nosso negócio no mercado internacional. Já vendemos projectos para a Indonésia, Estados Unidos, Noruega, Reino Unido, Austrália, Itália e Espanha”.

Para chegar ao mercado, a empresa madeirense recorre a sites na internet, onde está inscrita e onde as empresas pedem soluções de informática que não estão disponíveis. “Umas das nossas áreas de especialidade é o PHP e nós oferecemos os nossos serviços pela internet. Só que temos de apresentar soluções muito boas, em tempo recorde pois estamos a concorrer num mercado global, muito competitivo. Se não formos muito bom no que fazemos, não temos hipóteses”.

A crise também afectou esta micro empresa. E de que maneira. “Já fomos dez a trabalhar, hoje sou eu e a Ana. Neste momento estamos com imenso trabalho, sentimos que estamos sobrecarregados mas não vamos contratar enquanto a situação não der mais garantias”.

Portal de apoio aos casamentos

Ana Neto é mesmo empreendedora. De tal modo que se fez membro de uma rede internacional, representada em 53 países, com 26 mil membros. Uma rede de pessoas que partilham a sua casa nas férias, recebendo ou deslocando-se a casa de membros espalhados por todo o mundo. O casal já fez férias em dezenas de países. Na sua casa, na Madeira, já receberam americanos, polacos, britânicos, italianos, entre outros turistas. Pelo menos três trocas por ano fazem.

Mas o espírito empreendedor do casal levou-os a criar um portal (www.casamentosmadeira.com) que se especializou em disponibilizar informações sobre as cerimónias e festas de casamento.

Miguel Torres Cunha

05 Ago 2009 Provedor Municipal

Ver mais detalhe no site: www.cidade-com-futuro.com

27 Jul 2009 100 Milhões disponíveis para a Madeira

Uma excelente notícia para a Madeira!
Bernardo Trindade apresenta hoje!

26 Jul 2009 75% não quer Albuquerque
 |  Category: Notícias Madeira, Política Madeira  | Comments off

De acordo com a sondagem de hoje do Diário de Notícias – Madeira, 75% não quer Albuquerque para suceder a Jardim.

Albuquerque tem o pior resultados das 12 sondagens que o Diário de Notícias Julho 2009 – 25,8%, ou seja, 75% dos inquiridos não o querem para líder do PSD.

Na minha opinião o Alberto só pensará em deixar a liderança do PSD quando for claro nas sondagens que não é Albuquerque o sucessor… Ele sabe porquê…

26 Jul 2009 Manuela com gripe

Manuela Ferreira Leite afinal não vem ao Cão da Lagoa. É a gripe, é a gripe!
É uma pena não poder contar com a sua presença… Tantos votos que isso nos ia dar pelo país inteiro…

Mas é preciso não brincar com coisas sérias. Com a saúde não se brinca, sobretudo com os frágeis e idosos.

26 Jul 2009 Hoje há laranjada
 |  Category: Humor, Notícias Madeira, Política Madeira  | Comments off

Hoje há “laranjada” no Chão da Lagoa… Só laranjada… É a Universidade de Verão do PSD!
Desta vez com a presença da Dr. Manuela Ferreira Leite!
Aguardamos com entusiasmo imagens do evento e dos protagonistas para poderem ser utilizadas no resto da campanha…

25 Jul 2009 Oscar Teixeira sobre o Caniço
 |  Category: Notícias Madeira, Política Madeira  | Comments off

Muito bem Óscar!

16 Jul 2009 O papel da Igreja
 |  Category: Notícias Madeira, Política Madeira  | Comments off

Conferência de Imprensa de 27/Junho/2009 sobre o papel da Igreja e a colaboração com as autarquias locais.

Defende colaboração conjunta para uma melhor acção social e de apoio aos mais desfavorecidos.

14 Jul 2009 Mandatário Financeiro
 |  Category: Notícias Madeira, Politica Geral, Política Madeira  | Comments off

Serei o mandatário financeiro do Concelho do Funchal para as eleições autárquicas de 11 de Outubro.

Já iniciei essas minha funções, e como não são novidade para mim, já tenho o orçamento de campanha muito avançado.
Uma vez que os orçamentos de campanha serão tornados públicos em breve por imperativo legal, posso desde já dar-vos algumas informações públicas sobre o mesmo, em benefício da transparência.

Para o Concelho do Funchal, para as Eleições Autárquicas de 2009, o valor total da campanha do PS será de 288 500€.
Este valor corresponde a menos 5% do que foi orçamentado há 4 anos.

14 Jul 2009 Água privada? Não!
 |  Category: Ambiente, Economia, Notícias Madeira, Política Madeira, Turismo  | Comments off

Em 1995 foi notícia a possibilidade de ser privatizada a rede de abastecimento de àgua.
Dizia o Diário de Notícas de 23/6/1995 que poderia render 3 milhões de contos/ano, mais 400 a 500 mil contos/ano de renda.

Na altura dizia-se que as câmaras gostavam do projecto e estavam a estudar essa possibilidade…
Somos frontalmente contra esta hipótese! Mas convém que todos os partidos que concorrem a estas eleições autárquicas tornem clara a sua posição sobre este assunto.

Tal como Raimundo Quintal disse na época “As epopeias não se privatizam.”

14 Jul 2009 Os intocáveis
 |  Category: Ambiente, Notícias Madeira, Política Madeira  | Comments off

A Madeira é fértil em situações políticas insólitas!

Hoje demitiu-se o Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira – IVBAM por causa da decisão de proibir o vinho seco. Foi publicada uma portaria e, face aos protestos dos agricultores e aos hábitos do Alberto, desdita logo de seguida por outra Portaria a anular a anterior.

Mas afinal quem é que assina as Portarias? Quem é o responsável político por essas decisões?
O Sr. Secretário nunca tem responsabilidade por nada?

Como se justificam as demissões recentes nesta Secretaria
- Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira – IVBAM
- Parque Natural da Madeira
- Director Regional do Ambiente
- Valor Ambiente

Parece que existem intocáveis na Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais – o próprio Secretário Regional Manuel António e o Director de Florestas, Rocha da Silva…

Porque será Sr. Delfim? Será que a incompetência consegue resistir ao passar do tempo?

Já agora vejam o estado do site da SRA que foi co-financiado pela União Europeia… Quem será demitido desta vez? O Secretário Regional é que seguramente nunca tem culpa de nada! :-/

Se calhar é necessário contratar mais informáticos, porque a mais de meia centena de pessoas que trabalha em informática na Secretaria Regional do Ambiente não chega para actualizar o site…

14 Jul 2009 Os estivadores – esses desfavorecidos

Há uma semana os estivadores protestaram violentamente frente à Assembleia da República.

Os estivadores dizem que estão contra a criação de plataformas logísticas nos portos e que isso lhes vai tirar trabalho…

Pode-se pensar que a rudeza do trato é sinónimo de profissão mal remunerada e desfavorecida. Puro engano!
A situação dos trabalhadores portuários tem um histórico terrível que demonstra que a cedência a grupos profissionais pode prejudicar gravemente a economia do país no seu todo. É preciso avaliar a situação no seu verdadeiro contexto e não ceder ao que é manifestamente injusto para o país.

Recupero uma notícia de 1997, mais propriamente do Semanário de 4/Jan/1997 onde se diz:
Trabalhadores portuários chegam a ganham mais 45% em salários do que os congéneres europeus sem fazer equiparação ao nível de vida… E mostra números:

Salário médio dos trabalhadores portuários em 1995 (converti os valores para euros):
Em Lisboa e Porto: 42 400€/ano (3 500€/mês)
Em Itália: 29 200€/ano
Na Holanda: 34 600€/ano
Na França: 30 200€/ano
Na Bélgica (Antuérpia): 30 600€/ano
Na Alemanha: 34 600€/ano

Coitadinhos dos 400 estivadores de Lisboa e Porto. Tão rudes, tão mal criados, tão mal pagos…

E na Madeira? O cenário é o mesmo! Mas cá só trabalham (normalmente) 2 dias por semana e têm uma forte propensão para se magoar e ficar 6 meses de baixa por cada ano de trabalho… Dessa forma recuperam o que descontam para a segurança social… E trabalham para uma empresa (ETP) em que um dos sócios é também o presidente do sindicato. O outro sócio é o Grupo Sousa, que por outro lado é dono da empresa que presta serviços exclusivamente no Porto do Caniçal… Perceberam o esquema?

Mais… Um dos entraves à entrada de concorrentes nas Operações Portuárias é o acordo estabelecido há anos, em que o Governo Regional foi parte, que obriga os novos concorrentes a pagar (e muito) pelos estivadores já reformados… Na altura do acordo muitos estivadores passaram à reforma dourada…

É costume falar da falta de concorrência no transporte marítimo para a Madeira por só existirem 5 navios… mas o escândalo maior é o que se passa em terra, mesmo à beira mar.

Gostei de ver o armador António Armas a dizer e repetir ao lado da Secretária Regional dos Transportes que no licenciamento da sua operação não existe qualquer limitação à quantidade de carga que pode transportar. É o que dá ter um discurso enganador para a comunicação social… No mesmo telejornal, Alberto João Jardim com um dos Sousas em plano de fundo, falava da neutralidade do Governo Regional… É lindo, não é?

Ontem, no telejornal da RTP-Madeira, o comentador Miguel Torres Cunha trazia o argumento do interesse nacional/regional versos empresas do exterior.
Caro Miguel Torres Cunha, você que é uma pessoa que estuda os assuntos, analise lá melhor se está a defender o lado certo, porque não é seguramente o lado mais fraco, nem o que melhor salvaguarda os interesses da Região…

Qual é o problema de existir carga rodada no Porto do Funchal? Nenhum! É completamente diferente ter carga rodada e contentores!

Há muito que deveria existir! Se falta algo é a plataforma RollOn-RollOff do Porto do Funchal ser muito estreita, o que não permite que todos os tipos de navios ferry a utilizem… Mas isso foi uma opção política consciente para favorecer os de sempre, não é verdade?

Se não é permitido transportar carga a partir do Porto do Funchal então porque é que o Lobo Marinho transporta carga a partir do Porto do Funchal para o Porto Santo? Faz sentido o Lobo Marinho parar no Caniçal para recolher carga? Não faz seguramente…

Sabiam que de acordo com a Lei da Cabotagem os armadores são obrigados a colocar a carga na Madeira e no Porto Santo ao mesmo preço? Como é que isso é feito se os navios apenas param no Caniçal?

Faz sentido o Lobo Marinho fazer a viagem para o Porto Santo saindo do Caniçal encurtando a viagem de barco em 1 hora? Na minha opinião faz, mas não me incomoda que parta do Funchal…
Tal como não me incomoda que o Armas atraque no Funchal e tenha carga rodada.

Uma das justificações para o túnel Porto do Funchal – Quinta Magnólia era exactamente o facilitar do escoamento da carga rodada.

Realmente é uma injustiça o que se passa nos Portos! Será que alguém resolve isto ou teremos de recorrer à pedrada?

12 Jul 2009 Os olhos de quem vê
 |  Category: Notícias Madeira, Política Madeira  | Comments off

O divertido cartoon do DN de hoje fala de desconhecidos do campo…

Será que o problema não estará nos olhos de quem vê?

Jornalistas do DN/TSf da “cidade”:
Ricardo Oliveira – Porto Moniz
Miguel Silva – Santana
Nicolas Fernandes – Ribeira da Janela
Elvio Passos – Câmara de Lobos
Orlando Drumond – Ribeira Brava
Victor Hugo – Calheta