acesso a zona privada
Como funciona?

Uma asa de parapente consiste num tecido resistente e que não deixa sair o ar cozido de tal forma a que exista uma superfície por baixo, outra por cima e entradas de ar à frente. Quando devidamente inflado com o ar que passa, fica com a forma adequada a poder voar. O ar entra pela parte da frente da asa e não tem por onde sair, o que faz com que a asa fique cheia de ar e com a forma para que foi cozido o tecido.

Desde que pela asa exista ar a passar da frente para trás, a asa mantém a sua forma porque o ar no interior da asa não consegue sair.

A asa tem muitos fios muito resistentes que se unem a uma cadeira (arnês) onde se senta confortavelmente o piloto devidamente seguro à cadeira. De cada um dos lados da asa existem fios chamados manobradores, que se ligam à parte de trás da asa e que são utilizados para pilotar o parapente.

O piloto pode manobrar o parapente decidindo virar para a esquerda ou direita, travar (puxando de igual forma ambos os manobradores) ou acelerar (libertando os manobradores).